Tags:, , , ,

Jovens que oram na universidade

- 13 de agosto de 2013

Atentos aos acontecimentos da recente Jornada Mundial da Juventude, jovens evangélicos da UFBA falam sobre o significado de ser um jovem cristão na universidade

Adriele Sousa

Nos últimos meses, a juventude brasileira voltou à cena midiática nacional e internacional como protagonistas dos debates sobre educação, saúde e corrupção no Brasil. Pelos quatro cantos do País, os jovens saíram às ruas e mostraram que estão atentos aos acontecimentos e querem ser levados a sério. Sintonizados com essas mudanças, mas com outro instrumento de luta, a fé, um grupo de jovens universitários cristãos se reúne toda quarta-feira, depois do almoço, no pátio externo da Biblioteca Reitor Macedo Costa da Universidade Federal da Bahia, para debates, leituras bíblicas e definição de estratégias de atuação na universidade. Eles fazem parte da Aliança Bíblica Universitária (ABU), um movimento universitário cristão presente em todo o território nacional.

Unidos pela fé e por ideais acadêmicos, esses jovens têm angústias e anseios semelhantes aos outros jovens. Participam de pesquisas, eventos científicos e dão seu testemunho de fé, por meio da responsabilidade com suas atividades enquanto universitários. Todos são unânimes quanto à liberdade que gozam, apesar de terem escolhido uma religião que os colocam na contramão da maioria das escolhas feitas pelos jovens na mesma faixa etária, como consumo de álcool e a prática de sexo antes do casamento. “Ser um jovem cristão é enxergar a liberdade de um modo diferente. O que a sociedade imprime para a gente não é liberdade, é uma prisão”, afirma Vítor Chaves, 21, estudante de engenharia civil, explicando que para não ser considerada uma pessoa careta é necessário fazer as mesmas coisas que a maioria faz. O grupo possui um foco diferente do ritmo a ser seguido pela juventude, baseado nos ensinamentos cristãos e na ideia de que não é preciso fazer tudo igual ao que os outros jovens fazem para serem legais. “É uma escolha por outro estilo de vida”, acrescenta Vítor.

Foto: Guilherme Silva

Ser membro de igreja, adepto de uma religião, que os distingue ideologicamente de outras pessoas, exige atitudes e posturas que vão ao encontro das orientações recebidas e ensinamentos que devem seguir, nos conta o grupo. “É difícil ser evangélica não por causa de nossas escolhas, mas por conta das outras pessoas, de como elas enxergam, mais pela maneira como as pessoas encaram isso”, observa Tiana de Jesus, 19, graduanda em Biologia. Confessar ser evangélico suscita, muitas vezes, dos colegas gracejos, segundo relata Tiana. As brincadeiras, segundo membros do grupo, têm origem no fato de que na universidade sempre há uma tentativa de sobrepor a ciência à fé, por causa dos muitos erros cometidos pela Igreja ao longo dos séculos.

Quando indagados sobre como equilibram fé e ciência na Universidade, os estudantes afirmam que é possível acreditar na veracidade dos textos bíblicos, sem discordar com tudo que é defendido pelas teorias científicas. “A gente é que fica, muitas vezes, alimentando um revanchismo entre fé e ciência. É possível as duas dialogarem. Negar a ciência é negar a própria essência de Deus, pois foi ele quem deu a Iluminação ao homem”, defende Leon Sousa, 34, estudante de filosofia. Neste sentido, é comum ao grupo o sentimento de que há uma racionalidade na fé. “A religião apenas norteia e você é livre para pensar e para criticar”, conclui Vanessa Santos, 21, graduanda de História.

Leia mais

“A Juventude é um gueto”

FUTEBOL

Afinal, o VAR traz justiça pro brasileirão?

Implementado este ano na competição, recurso ainda causa controvérsias no meio esportivo Por Caio Marco e Victor Fonseca Desde que se tornou popular mundialmente, o futebol sempre foi marcado por polêmicas, especialmente com relação à arbitragem. Pênaltis decisivos não marcados (ou pênaltis mal marcados), gols de mão, impedimentos, dentre outras controvérsias se mantêm na pauta […]

Caio Marco, Victor Fonseca - 13 de novembro de 2019

Desconectados

Status: Desconectado

Em tempos de relações on-line, jovens baianos andam na contramão e defendem que a boa conexão está fora da tela Por Carlos Magno e Thídila Salim Com um misto de funcionalidades, os smartphones se tornaram peças indispensáveis na vida de muita gente por todo o mundo, seja para auxiliar no trabalho ou para puro lazer. […]

Carlos Magno, Thídila Salim - 13 de novembro de 2019

Futebol feminino

A bola está com elas

Beatriz Rosentina, Elias Santana Malê, Ingrid Medina e Larissa Travassos 13 de novembro de 2019 A bola está no campo e quem veio jogar foram elas, as mulheres, que cada vez mais ganham visibilidade a partir das iniciativas para esta modalidade. Com uma história marcada por mais de 40 anos de proibição da prática no Brasil, a […]

Beatriz, Elias, Ingrid, Larissa - 13 de novembro de 2019

Saúde mental

Saúde mental e vida universitária: Seria a universidade um ambiente tóxico?

Foto: Marcelo Camargo Danilo Gois e Iuri Petitinga O sonho de ingressar em uma universidade pública é algo que acompanha quase todos os estudantes de ensino médio no Brasil. Muitos destes alunos não imaginam que a pressão do período pré-vestibular não para após o ingresso em um curso superior e uma parte destes alunos não consegue […]

Danilo Rodrigues e Fernando Iuri Petitinga - 18 de novembro de 2019

Algodão

Crescimento de 17% na safra de Algodão da Bahia assegura o estado como 2º exportador mundial

Região é explorada desde os anos 1980, marcada pela presença de “baiúchos” Ellen Chaves, Fernando Franco, Welldon Peixoto e Pedro Oliveira Foto: Welldon Peixoto O ano de 2019 já aponta 17% de aumento na safra de algodão no cenário baiano, segunda maior cultura da região. O oeste é responsável pela maior parte da produção do […]

Ellen Chaves, Fernando Franco, Welldon Peixoto - 18 de novembro de 2019

Consumo cultural

Popular para quem? Por trás da dinâmica do consumo cultural em Salvador

Apesar de uma vasta programação cultural e artística,  parte da população de Salvador não frequenta esses eventos  Lizandra Santana, Luciano Marins e Luana Gama Salvador é uma cidade que respira cultura. Por quase todos os cantos encontramos espaços culturais com uma programação diversificada, além de festivais realizados ao longo do ano. Ao mesmo tempo, parte […]

Lizandra Santana, Luciano Marins e Luana Gama - 13 de novembro de 2019