Tags:, , , ,

Copa dos corpos

- 26 de maio de 2014

De olho nos turistas, mercado sexual e de entretenimento adulto em Salvador se prepara para o evento da Fifa

Renata Freire e Thais Motta

 

A chegada de turistas para as cidades-sede da Copa do Mundo causa ansiedade não somente nos segmentos tradicionais ligados ao turismo, como o de hotelaria e de lazer, mas também em diversos segmentos do mercado sexual. Os preparativos incluem cursos de inglês e investimentos em reformas de estabelecimentos. O frenesi não é à toa: segundo dados da Embratur, o país deve receber mais de 600 mil turistas estrangeiros para o evento, além dos mais de 3 milhões de viajantes nacionais.

Juntos, turistas brasileiros e estrangeiros devem gastar cerca de R$ 25 bilhões. A maior parte dos gastos será feita por brasileiros em viagens domésticas, representando uma circulação de R$ 18,5 bilhões. Em Salvador, as visitas não se limitarão ao estádio da Fonte Nova, os viajantes devem permanecer em média 4 dias na capital para atividades de turismo.

É diante desse quadro que o garoto de programa de 28 anos Ramon Menezes esperar faturar mais com o aumento nos atendimentos. O jovem, que conhece seus clientes através de um site de encontros e de seu blog, costuma atender turistas de outras regiões do país, por isso, acredita que os turistas nacionais devem representar a maior parte dos seus clientes na Copa. “Para ser sincero, não sei falar inglês e espanhol, mas não tenho muitas expectativas com estrangeiros. Tenho com brasileiros mesmo”. Quanto aos preços, Ramon revela que deve manter a cobrança baseada no deslocamento que tem que fazer para chegar até o cliente, que incluem homens, mulheres e casais. “Mas só faço ativo, não sou passivo”, esclarece.

A Copa do Mundo, com a final prevista para 13 de julho, animou os empresários da casa noturna 3060, localizada na Rua Carlos Gomes, Centro de Salvador. A casa é conhecida por oferecer shows de strip-tease e por ser um ponto de encontro no qual algumas profissionais do sexo se reúnem para prospectar clientes.

A fachada recém-reformada é um dos frutos de um investimento de cerca de R$ 11 mil. Segundo o proprietário Marcelo, a mudança foi feita visando à vinda de turistas durante a Copa do Mundo. “Fiquei dois meses (com o estabelecimento) fechado por causa da reforma. Tudo isso para a Copa, e eu espero que traga retorno”, afirma. Para adequar as expectativas aos investimentos realizados, o preço dq entrada deve subir de R$ 20 para R$ 50 durante o evento da Fifa.

Diego, que também administra a casa noturna, explica que durante o ano o número de turistas nacionais é maior do que de estrangeiros. Mesmo assim, algumas alterações foram pensadas buscando atrair a parcela de gringos que visitarão a cidade. “Até o nosso cardápio mudou, teremos uma versão em inglês. Estamos pensando também em investir no espanhol”, explica. Para garantir a satisfação dos clientes do bar, ele também diz já saber a preferência dos turistas em relação às dançarinas da casa. “O americano gosta de loura, de negra, vai depender. Já o espanhol e o italiano adoram negras. Os italianos são os verdadeiros tarados internacionais, depois os espanhóis”, esclarece Diego.

A visão de que estrangeiros virão procurar, em terras nordestinas, locais de sexo mais fácil e de experimentações sexuais diversas não é exclusividade do lado que está interessado em faturar. O italiano Gianni Frigero, 40 anos, reside em Salvador há dois meses e garante que a procura por sexo será grande e que conhece inúmeros casos de turismo sexual. “Acredito que 30% dos estrangeiros que vem para o Brasil na Copa estão interessados em ver os jogos, e os outros 70%  estão procurando esses tipos de experiências. Europeu no Brasil se perde, pensa que está livre para fazer tudo”.

Os italianos são os verdadeiros tarados internacionais”, afirma o italiano Gianni Frigero

Prostituição no Brasil – A prostituição não chega a ser proibida no país, o que não implica em uma legalização. Ela não é enquadrada enquanto crime desde que aquele que preste os serviços sexuais seja maior de 18 anos e que esteja agindo de acordo com sua vontade perfeitamente livre. “O ato do terceiro que interfere na vontade do prostituído é considerado criminoso. Tanto para que este inicie a atividade ou para que este não possa deixá-la, ainda que não haja intuito de ganho financeiro por este terceiro”, explica Ilana Martins, especialista em Direito Penal.

Leia mais
“A prostituição infantil não existe”, declara representante de ONG

O artigo 228 do Código Penal traz a indução e a atração de pessoas para a prostituição ou para a exploração sexual como prática criminosa. Proíbe também as casas de prostituição no art. 229 e o rufianismo – atividade mais reconhecida pela figura do cafetão – no art.230. Ainda que possam prestar a sua atividade sem interferência do Estado, a prostituição não é reconhecida como profissão, isso implica que esses profissionais não possuam direitos trabalhistas e não tenham sua atividade fiscalizada. “A linha do Brasil é a de fazer de conta que não existe. Não é crime, mas tampouco é regulado pelo direito civil, ficando totalmente à margem”, diz Ilana.

Preocupado com a situação das prostitutas e prostitutos no Brasil, sobretudo em decorrência da Copa do Mundo, que como consequência traz um aumento da demanda pelos serviços dessa categoria profissional, o deputado Jean Wyllys elaborou o Projeto de Lei 4211. O PL foi batizado de “Lei Grabriela Leite” em homenagem à falecida líder da Daspu – grife de roupa feminina, formada por prostitutas para atender essa demanda de mercado –  e tem o intuito de regulamentar a profissão, afastando essa atividade das mazelas da exploração sexual.

Se o projeto for aprovado, as casas de prostituição serão legalizadas e a fiscalização se tornará regular. O rufianismo e a indução à prostituição ficariam vedados somente quando houvesse exploração sexual. Segundo redação do projeto de lei, há exploração em casos de grave ameaça ou violência, apropriação de mais da metade dos rendimentos do profissional ou retenção do pagamento. Direitos como aposentadoria especial também seriam garantidos.

O Projeto de Lei se encontra em tramitação no Congresso Nacional e ainda deve ser sujeito à apreciação do Plenário.

Especial

Guerra da Água

No cerrado baiano, o agronegócio impacta a sobrevivência das comunidades tradicionais. A reportagem em áudio conta como a população de Correntina, no oeste da Bahia, tem sofrido ameaças e resistido à disputa por água em seu te Dê play e saiba mais sobre essa história. Material produzido a partir da proposta de pauta vencedora da […]

Leonardo Lima e Luísa Carvalho - 13 de dezembro de 2021

Editorial

Investigação participativa: reportagens que colocam o leitor no centro da história

Profa. Lívia Vieira As 13 reportagens multimídia feitas pela turma de Oficina de Jornalismo Digital em 2021.2 tiveram como base o conceito de investigação participativa. O termo, que em inglês é conhecido como engagement reporting, foi discutido em uma aula especial que tivemos com Giulia Afiune, editora de Audiências da Agência Pública. Na ocasião, Giulia […]

Profa. Lívia Vieira - 2 de dezembro de 2021


Racismo religioso

Salvador ainda é um ambiente inseguro para os praticantes de religiões afro

Dentro de casa ou no trabalho, praticantes de religiões de matrizes africanas relatam dificuldades na tentativa de exercer seu direito ao culto religioso. Expressões depreciativas, ataques a terreiros, xingamentos e até agressões. É assim que o racismo religioso se traveste de “opinião” em diversas partes do Brasil – incluindo Salvador, – uma das cidades mais […]

Josivan Vieira e Gabriele Santana - 1 de dezembro de 2021

Meio Ambiente

Salvador, primeira cidade planejada do Brasil, sofre com falta de infraestrutura

Habitantes de Salvador relatam problemas dos bairros onde vivem e denunciam falta de assistência do poder público. Os moradores de Salvador têm orgulho de dizer que vivem na primeira capital do Brasil. De propagandas até conversas em mesa de bar, soteropolitanos e pessoas que adotaram a cidade do axé e do dendê se gabam de […]

Brenda Roberta, Inara Almeida e Maysa Polcri - 1 de dezembro de 2021

Direito ao transporte

Assaltos a ônibus assustam população de Salvador

Cidadãos que dependem do transporte público relatam a experiência de insegurança cotidiana, embora Secretaria de Segurança Pública afirme que houve redução no número de assaltos a ônibus. Por Gilberto Barbosa, Leonardo Oliveira e Cesar Oliveira Os assaltos a ônibus são uma constante e assustam a população de Salvador que depende do transporte público para seguir […]

Gilberto Barbosa, Leonardo Oliveira e Cesar O. - 1 de dezembro de 2021

Direito à Cultura

Consumo de livros digitais aumenta e obras físicas têm baixa durante pandemia de Covid-19

Especialistas explicam que pandemia impulsionou mudança em formato de leitura. Por Adele Robichez, Felipe Aguiar, Nathália Amorim, Vinícius Harfush Um levantamento realizado pela reportagem em Salvador indicou que as pessoas passaram a consumir mais livros no formato digital durante a pandemia de covid-19. Segundo a pesquisa, que selecionou 68 moradores da capital para responder perguntas […]

Adele R, Felipe A, Nathália A, Vinícius H - 1 de dezembro de 2021

Economia criativa

Os desafios de viver de arte durante a pandemia

Assim como nós humanos, a economia foi imensamente impactada pelo distanciamento social, mas, felizmente, uma possível vacina para curar o problema já existe, e se chama criatividade. Não é exagero afirmar que nenhum brasileiro e nenhuma brasileira escapou ileso dos diversos e inesperados desafios vividos nos anos de 2020 e 2021. E eles têm um […]

Paulo Marques - 1 de dezembro de 2021

Direito à religião

Comunidades de matriz africana lutam por prática religiosa em espaços públicos de Salvador

Intervenções em locais comunitários preocupam terreiros que dependem da vegetação natural para exercer cultos Por Geovana Oliveira, Luana Lisboa, Victor Hugo Meneses e João Marcelo Bispo Até hoje, a vodunsi Mãe Cacau se emociona ao falar sobre o início das obras para a Estação Elevatória de Esgoto na Lagoa do Abaeté. Quando as máquinas chegaram […]

Geovana, Luana, Victor Hugo e João Marcelo - 1 de dezembro de 2021

Ordem de despejo

O caso da comunidade do Tororó, em Salvador, e a violação do direito à moradia

Moradores recebem ordem de despejo da localidade que está sendo especulada para construção de um estacionamento de um novo Shopping Center “Como os moradores são quase todos do mercado informal, a prefeitura ligava para eles e oferecia dinheiro. Como estavam todos sem dinheiro, começaram a negociar com a prefeitura. Nisso, com quem já tinha negociado, […]

Álene Rios, Júlia Lobo e Thainara Oliveira - 1 de dezembro de 2021

Cinema de rua

Histórias de quem viveu o cinema de rua de Salvador

Entenda o que aconteceu entre a época de ouro do cinema de rua e a expansão das grandes redes Tomar um café enquanto espera o horário do filme, entrar numa sala de cinema pequena, com menos de 100 lugares, para assistir a uma produção nacional. Esse ritual, muito comum até a década de 1990, é […]

Carol Cerqueira, Catarina Carvalho e Maria Andrade - 1 de dezembro de 2021

Direito à mobilidade

Pessoas com deficiência denunciam falta de acesso ao transporte de Salvador

Falta de fiscalização afeta funcionamento de elevadores em coletivos. Gabrielle Medrado, Gustavo Arcoverde, Marcela Villar e Rafaela Dultra Cadeirante desde 2014 após uma tentativa de assalto, o baiano Luan Veloso, 32, é paracanoísta profissional e terceiro colocado no ranking dos melhores do Brasil na maratona de sua categoria, a KL1, na qual atletas utilizam como […]

Gabrielle Medrado,Gustavo Arcoverde,Marcela Villar - 1 de dezembro de 2021

RAP em Salvador

O ritmo não para: batalhas de rima movimentam a cultura nas comunidades

Batalhas de rap voltam a acontecer em Salvador após suspensão causada pela pandemia de Covid-19 Após quase um ano e meio da pandemia de Covid-19, o setor artístico e cultural soteropolitano começou a tomar fôlego com a última fase de retomada das atividades econômicas, decretada pela prefeitura da capital baiana no dia 9 de julho […]

Danielle Campos, Kamille Martinho, Renata Falcone - 1 de dezembro de 2021

Direito à Segurânça

Não vá que é barril: A violência contra motoristas de aplicativo em Salvador

“Foi quando ele pegou a arma e apontou na minha cara, aí foi complicado”. Estamos na rua Candinho Fernandes, Fazenda Grande do Retiro, Salvador. São 8h30 da noite do dia 23 de dezembro de 2019, perto da véspera de Natal. Anselmo Cerqueira, que é motorista por aplicativo, está com o carro estacionado. Dois homens se […]

Adriano Motta, Lula Bonfim e Victor Lucca Ferreira - 1 de dezembro de 2021

Gerar problemas não é saudável

Consumidores relatam transtornos e dificuldades com planos de saúde

Mensalidades  subiram  quase 50% este ano, conforme aponta um levantamento divulgado pelo Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec) Por Andressa Franco, Everton Ruan e Laisa Gama No dia 25 de Março, Maria*, grávida de cinco meses, precisou ser encaminhada às pressas para o Hospital Santo Amaro. Ao chegar lá, precisou realizar uma cesária de […]

Andressa Franco, Everton Ruan e Laisa Gama - 1 de dezembro de 2021