Tags:, , ,

Carta de Ondina estabelece diretrizes para a produção cultural de fotografia na Bahia

- 6 de abril de 2013

Conheça o documento produzido pelos fotógrafos baianos com suas reivindicações

Amana Dultra

 

1º Encontro Baiano dos Produtores Culturais da Fotografia

O 1º Encontro Baiano dos Produtores Culturais da Fotografia aconteceu na Faculdade de Comunicação da Universidade Federal da Bahia, no dia 11 de agosto de 2012, e foi resultado do debate instaurado na 4ª edição Café Fotográfico sobre “A produção cultural da fotografia na Bahia”.

Com o objetivo de discutir a realidade do setor fotográfico, identificar as demandas e articular ações estratégicas para o desenvolvimento da cultura fotográfica na Bahia, o evento se dividiu nos seguintes grupos de trabalho:

1)    Memória: acervos, bancos de imagens, midiatecas, metodologias, acessibilidades, condições técnicas/climáticas e registro da produção contemporânea;

2)    Difusão: publicações, mídias eletrônicas (sites, blogs, redes sociais), regularidades e alcance da distribuição;

3)    Projetos Socioculturais: projetos e ações regulares e eventuais, redes, metodologias, público, finalidades e objetivos;

4)    Políticas Públicas: fomento para formação, pesquisa e difusão, editais e patrocínio, apoio e ações diretas;

5)    Formação: ações e projetos educativos, ensino da fotografia formal e informal.

Após a discussão, houve a socialização das propostas e a formulação de um documento, que foi batizado de “Carta de Ondina”. A Carta, que contém as reivindicações dos fotógrafos foi entregue ao secretário estadual da Cultura, Albino Rubim, e ao presidente da Fundação Gregório de Mattos, Fernando Guerreiro. Segundo Emídio Bastos, “o diálogo com o poder público é permanente, seja via fórum, Colegiado ou mesmo pelos fotógrafos servidores da Secretaria de Cultura que estão engajados nessa organização”.

José Mamede afirma que, no momento, o fórum está discutindo o seu estatuto. “Isso implica pensar em questões cruciais para a sua implementação e longevidade: quem está representado no fórum? Para quê ele está sendo criado?”, comenta. Segundo ele, até o final deste mês estas questões serão tratadas e quando a minuta do estatuto estiver pronta, será feita uma assembleia geral para discuti-lo com a comunidade fotográfica baiana.

Abaixo, a carta na íntegra:

CARTA DE ONDINA

Salvador, 19 de março de 2013

Excelentíssimo Senhor Fernando Guerreiro
Diretor da Fundação Gregório de Mattos

Muito embora a fotografia se constitua em uma das expressões mais significativas de nossa época, portadora de novas visualidades e parte integrante da nossa cultura, constatamos que as atuais condições para o exercício desta forma de criação enfrenta um tempo adverso no nosso estado e no nosso município.

Tal constatação é fruto das discussões que ocorreram durante o 1º Encontro Baiano de Produtores Culturais da Fotografia, realizado no dia 11 de agosto de 2012, no Campus de Ondina da UFBA. Reunidos em Grupos de Trabalho temáticos, movidos pelo propósito de analisar e fazer proposições que venham ao encontro.

É inegável que a fotografia baiana viveu momentos de vigor e evidência. As suas realizações enriqueceram a vida cultural do município e do estado, documentadas em exposições coletivas, oficinas de criação, edição de catálogos, seminários e participação destacada nos encontros nacionais promovidos pelo Instituto Nacional de Fotografia da FUNARTE, isso no final dos anos setenta a meados dos anos oitenta, graças à atuação do Fotobahia. Em 1985, fruto deste movimento, foi criado o Núcleo de Fotografia da Fundação Cultural do Estado da Bahia, dentro da Diretoria da Imagem e do Som, quando foram definidas diretrizes para o desenvolvimento de políticas culturais para a linguagem e realizada a memorável Bienal da Fotografia no Museu de Arte Moderna da Bahia (MAM – BA), referência de metodologia participativa, estímulo a processos criativos inovadores e ao fortalecimento da produção coletiva.

Nas décadas seguintes, foi observada uma descontinuidade nestas políticas originais do Núcleo de Fotografia e, depois, como agravante máximo, aconteceu sua desativação.

Merecem destaque realizações posteriores por parte dos produtores baianos: a fundação do Instituto Casa da Photographia, responsável pelo festival anual A Gosto da Fotografia, a criação do Salvador Foto Clube e outras associações, as atividades do Labfoto, ligado à Faculdade de Comunicação da Universidade Federal da Bahia, a edição do livro A Fotografia na Bahia 1839-2006, dentre outras iniciativas.

Por todas estas razões, nós, fotógrafos baianos, não podemos nos contentar com o atual trato dispensado à fotografia, com a perda de espaços importantes para a continuidade dessas ações que resultaram em grandes frutos. Não aceitamos este futuro obscuro para a fotografia baiana, pois não é cabível condená-la a viver à margem dos processos culturais, sem um abrigo próprio no circuito cultural para divulgar e democratizar a produção local e nacional e ao largo das políticas públicas.

Tanto assim, que não reina absoluto silêncio no nosso campo. Apesar das condições desfavoráveis, dos espaços cada vez mais exíguos, do reduzido apoio institucional, recusamos a condição de espectadores de nossa própria realidade, e, graças a esta teimosia, a fotografia baiana sobrevive.

Certos da favorável acolhida destes pleitos, somos, atenciosamente,

Casa da Photographia
Cipó – Comunicação Interativa
Fotobahia
Labfoto – Facom/Ufba
Panorama Fotográfico
Salvador Foto Clube

DIRETRIZES PARA A PRODUÇÃO CULTURAL DA FOTOGRAFIA NA BAHIA

Parte integrante da Carta de Ondina, de 13 de Novembro de 2012, este documento apresenta as diretrizes que justificam a criação de um Núcleo de Fotografia na Secretaria do Desenvolvimento, Cultura e Turismo, conforme desejo manifestado pelos participantes do 1o Encontro Baiano de Produtores Culturais da Fotografia, evento que resultou de uma inédita ação coletiva entre Casa da Photographia, Cipó-Comunicação Interativa, Fotobahia, Labfoto, Panorama Fotográfico e Salvador Foto Clube, agentes que contribuem ativamente para a produção e difusão da fotografia em nosso estado.

As propostas destacadas a seguir resultam da ação de Grupos de Trabalho que discutiram temas essenciais ao campo fotográfico:

• GT1 – Memória
• GT2 – Formação
• GT3 – Difusão
• GT4 – Políticas Públicas
• GT5 – Projetos Socioculturais

GT1 – MEMÓRIA
• Criação de um Centro de Referência – Memorial da Fotografia Baiana, com o propósito de implementação de políticas públicas voltadas para a pesquisa, mapeamento, documentação, aquisição de acervos e preservação da memória da produção fotográfica de Salvador;
• Lançamento de editais específicos para a produção de pesquisa, preservação e ampliação dos acervos públicos e privados da fotografia soteropolitana.

GT2 – FORMAÇÃO
• Implantação de núcleos públicos para a formação e qualificação profissional na área da fotografia;
• Formulação de editais que incentivem a consolidação de uma agenda municipal de Congressos, Seminários, Debates e Encontros focados na reflexão teórico-crítica e histórica sobre a fotografia.

GT3 – DIFUSÃO
• Criação e consolidação de um evento que promova o intercâmbio entre a cultura fotográfica local, nacional, e internacional;
• Lançamento de editais públicos que fomente a produção editorial de livros, revistas, sítios virtuais entre outras publicações associadas ao fazer fotográfico;
• Incentivo a programas e/ou projetos de circulação da produção crítica e discursiva sobre fotografia.

GT4 – POLÍTICAS PÚBLICAS
• Criação de um Núcleo de Fotografia que garanta uma interlocução e um espaço de desenvolvimento e garantia de políticas específicas, dentro da Secretaria de Desenvolvimento, Cultura e Turismo de Salvador;
• Criação de mecanismos que garantam o intercâmbio e a interiorização da produção fotográfica do município;
• Requalificação dos espaços culturais já existentes, bem como criação de novos (quando necessários), de modo a conferir um novo caráter, de multiuso, buscando contemplar a realização de projetos de pesquisa e de formação profissional – cursos e oficinas -, que abranjam os mais diversos setores da sociedade.

GT5 – PROJETOS SOCIOCULTURAIS
• Criação de processos de valorização, reconhecimento, profissionalização assim como editais específicos para jovens produtores oriundos de processos de educação informal;
• Incentivo à integração de fotógrafos locais e às pesquisas de campo com ênfase em grupos culturais diferenciados, promovendo intercâmbio entre projetos sociais e fotógrafos de diversas regiões do município.

Organização
Casa da Photographia
Cipó – Comunicação Interativa
Fotobahia
Labfoto – Facom/Ufba
Panorama Fotográfico
Salvador Foto Clube

Leia mais

Políticas públicas para a fotografia baiana em foco
Os olhares por trás das câmeras e do movimento dos fotógrafos baianos
Galeria de imagens

Especial

Guerra da Água

No cerrado baiano, o agronegócio impacta a sobrevivência das comunidades tradicionais. A reportagem em áudio conta como a população de Correntina, no oeste da Bahia, tem sofrido ameaças e resistido à disputa por água em seu te Dê play e saiba mais sobre essa história. Material produzido a partir da proposta de pauta vencedora da […]

Leonardo Lima e Luísa Carvalho - 13 de dezembro de 2021

Editorial

Investigação participativa: reportagens que colocam o leitor no centro da história

Profa. Lívia Vieira As 13 reportagens multimídia feitas pela turma de Oficina de Jornalismo Digital em 2021.2 tiveram como base o conceito de investigação participativa. O termo, que em inglês é conhecido como engagement reporting, foi discutido em uma aula especial que tivemos com Giulia Afiune, editora de Audiências da Agência Pública. Na ocasião, Giulia […]

Profa. Lívia Vieira - 2 de dezembro de 2021


Racismo religioso

Salvador ainda é um ambiente inseguro para os praticantes de religiões afro

Dentro de casa ou no trabalho, praticantes de religiões de matrizes africanas relatam dificuldades na tentativa de exercer seu direito ao culto religioso. Expressões depreciativas, ataques a terreiros, xingamentos e até agressões. É assim que o racismo religioso se traveste de “opinião” em diversas partes do Brasil – incluindo Salvador, – uma das cidades mais […]

Josivan Vieira e Gabriele Santana - 1 de dezembro de 2021

Meio Ambiente

Salvador, primeira cidade planejada do Brasil, sofre com falta de infraestrutura

Habitantes de Salvador relatam problemas dos bairros onde vivem e denunciam falta de assistência do poder público. Os moradores de Salvador têm orgulho de dizer que vivem na primeira capital do Brasil. De propagandas até conversas em mesa de bar, soteropolitanos e pessoas que adotaram a cidade do axé e do dendê se gabam de […]

Brenda Roberta, Inara Almeida e Maysa Polcri - 1 de dezembro de 2021

Direito ao transporte

Assaltos a ônibus assustam população de Salvador

Cidadãos que dependem do transporte público relatam a experiência de insegurança cotidiana, embora Secretaria de Segurança Pública afirme que houve redução no número de assaltos a ônibus. Por Gilberto Barbosa, Leonardo Oliveira e Cesar Oliveira Os assaltos a ônibus são uma constante e assustam a população de Salvador que depende do transporte público para seguir […]

Gilberto Barbosa, Leonardo Oliveira e Cesar O. - 1 de dezembro de 2021

Direito à Cultura

Consumo de livros digitais aumenta e obras físicas têm baixa durante pandemia de Covid-19

Especialistas explicam que pandemia impulsionou mudança em formato de leitura. Por Adele Robichez, Felipe Aguiar, Nathália Amorim, Vinícius Harfush Um levantamento realizado pela reportagem em Salvador indicou que as pessoas passaram a consumir mais livros no formato digital durante a pandemia de covid-19. Segundo a pesquisa, que selecionou 68 moradores da capital para responder perguntas […]

Adele R, Felipe A, Nathália A, Vinícius H - 1 de dezembro de 2021

Economia criativa

Os desafios de viver de arte durante a pandemia

Assim como nós humanos, a economia foi imensamente impactada pelo distanciamento social, mas, felizmente, uma possível vacina para curar o problema já existe, e se chama criatividade. Não é exagero afirmar que nenhum brasileiro e nenhuma brasileira escapou ileso dos diversos e inesperados desafios vividos nos anos de 2020 e 2021. E eles têm um […]

Paulo Marques - 1 de dezembro de 2021

Direito à religião

Comunidades de matriz africana lutam por prática religiosa em espaços públicos de Salvador

Intervenções em locais comunitários preocupam terreiros que dependem da vegetação natural para exercer cultos Por Geovana Oliveira, Luana Lisboa, Victor Hugo Meneses e João Marcelo Bispo Até hoje, a vodunsi Mãe Cacau se emociona ao falar sobre o início das obras para a Estação Elevatória de Esgoto na Lagoa do Abaeté. Quando as máquinas chegaram […]

Geovana, Luana, Victor Hugo e João Marcelo - 1 de dezembro de 2021

Ordem de despejo

O caso da comunidade do Tororó, em Salvador, e a violação do direito à moradia

Moradores recebem ordem de despejo da localidade que está sendo especulada para construção de um estacionamento de um novo Shopping Center “Como os moradores são quase todos do mercado informal, a prefeitura ligava para eles e oferecia dinheiro. Como estavam todos sem dinheiro, começaram a negociar com a prefeitura. Nisso, com quem já tinha negociado, […]

Álene Rios, Júlia Lobo e Thainara Oliveira - 1 de dezembro de 2021

Cinema de rua

Histórias de quem viveu o cinema de rua de Salvador

Entenda o que aconteceu entre a época de ouro do cinema de rua e a expansão das grandes redes Tomar um café enquanto espera o horário do filme, entrar numa sala de cinema pequena, com menos de 100 lugares, para assistir a uma produção nacional. Esse ritual, muito comum até a década de 1990, é […]

Carol Cerqueira, Catarina Carvalho e Maria Andrade - 1 de dezembro de 2021

Direito à mobilidade

Pessoas com deficiência denunciam falta de acesso ao transporte de Salvador

Falta de fiscalização afeta funcionamento de elevadores em coletivos. Gabrielle Medrado, Gustavo Arcoverde, Marcela Villar e Rafaela Dultra Cadeirante desde 2014 após uma tentativa de assalto, o baiano Luan Veloso, 32, é paracanoísta profissional e terceiro colocado no ranking dos melhores do Brasil na maratona de sua categoria, a KL1, na qual atletas utilizam como […]

Gabrielle Medrado,Gustavo Arcoverde,Marcela Villar - 1 de dezembro de 2021

RAP em Salvador

O ritmo não para: batalhas de rima movimentam a cultura nas comunidades

Batalhas de rap voltam a acontecer em Salvador após suspensão causada pela pandemia de Covid-19 Após quase um ano e meio da pandemia de Covid-19, o setor artístico e cultural soteropolitano começou a tomar fôlego com a última fase de retomada das atividades econômicas, decretada pela prefeitura da capital baiana no dia 9 de julho […]

Danielle Campos, Kamille Martinho, Renata Falcone - 1 de dezembro de 2021

Direito à Segurânça

Não vá que é barril: A violência contra motoristas de aplicativo em Salvador

“Foi quando ele pegou a arma e apontou na minha cara, aí foi complicado”. Estamos na rua Candinho Fernandes, Fazenda Grande do Retiro, Salvador. São 8h30 da noite do dia 23 de dezembro de 2019, perto da véspera de Natal. Anselmo Cerqueira, que é motorista por aplicativo, está com o carro estacionado. Dois homens se […]

Adriano Motta, Lula Bonfim e Victor Lucca Ferreira - 1 de dezembro de 2021

Gerar problemas não é saudável

Consumidores relatam transtornos e dificuldades com planos de saúde

Mensalidades  subiram  quase 50% este ano, conforme aponta um levantamento divulgado pelo Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec) Por Andressa Franco, Everton Ruan e Laisa Gama No dia 25 de Março, Maria*, grávida de cinco meses, precisou ser encaminhada às pressas para o Hospital Santo Amaro. Ao chegar lá, precisou realizar uma cesária de […]

Andressa Franco, Everton Ruan e Laisa Gama - 1 de dezembro de 2021