Tags:, , , , , ,

200 anos em pauta

- 12 de junho de 2011

A História do jornalismo impresso baiano: da criação do Idade D’Ouro à veiculação do Massa

Por Gisele Santana e Naiana Madureira

Em dois séculos de existência, completados em 14 de maio de 2011, a imprensa baiana, passou por transformações; lutou contra a censura; inovou em aspectos gráficos e editoriais; viveu momentos de ascensão, quando a cada dez anos eram lançados novos periódicos. Hoje, o número de jornais impressos em circulação no estado é pequeno e ainda há o desafio de sobreviver e lidar com o avanço de uma nova plataforma para o jornalismo: o meio online.

Para homenagear o bicentenário da imprensa na Bahia, construímos a trajetória dos principais jornais que marcaram a história da imprensa baiana. Descubra quais foram as principais transformações que ocorreram nestes 200 anos de jornalismo e como eram constituídos os jornais de acordo com os cenários e realidades de cada época.

Século XIX: Nasce a imprensa baiana

1ª edição da Gazeta Idade D’Ouro do Brazil/ Foto: Arquivo Público da Bahia

Pode-se dizer que a imprensa não oficial brasileira nasceu na Bahia, com a criação da primeira tipografia e do primeiro periódico não oficial impresso no Brasil, o Idade d’Ouro do Brazil, ambos fundados em 1811, por Manuel Antônio da Silva Serva. Antes disso, havia o Correio Braziliense (julho, 1808-1822), de ideais libertários, editado por Hipólito José da Costa em Londres e enviado clandestinamente para o Brasil; e a Gazeta do Rio (setembro, 1808-1822) representada como um órgão oficial do governo português.

A gazeta Idade d’Ouro do Brazil (1811-1823), trazia a nota explicativa em seus exemplares: “com permissão do governo”, tinha quatro páginas e circulava às terças e sextas-feiras, sob o lema: “Falae em tudo verdades, a quem em tudo as deveis”. As matérias eram assinadas por dois portugueses, o padre Ignacio Macedo e o bacharel Diogo Bivar, que eram fiéis à Corte e contra a independência política brasileira.

Dez anos depois, surge o Diário Contitucional, com linha editorial contrária ao Idade d’Ouro. Durante lançamento da terceira edição do livro Primeira Gazeta da Bahia: Idade d’Ouro do Brazil, a  historiadora portuguesa, Maria Beatriz Nizza da Silva, disse que o Diário Constitucional surgiu na época em que começava a vigorar a lei de liberdade de imprensa. “O periódico defendia o conceito de Reino unido, sem a sujeição do Brasil a Portugal. Não fosse o controle da censura, este Diário nunca poderia ter circulado pelo país”.

Em 1875, Manuel Lopes Cardoso cria a chamada “imprensa barata”, com a fundação do jornal Diário de Notícias da Bahia. Segundo o jornalista e professor Luís Guilherme Pontes Tavares, especialista em história de impressos na Bahia, o Diário de Notícias visava alcançar um público maior e por isso teve um ajuste de linguagem e de preço para incorporar novos leitores. Além disso, a invenção do telégrafo ajudou a divulgar notícias do exterior com muito mais rapidez.

Século XX: A força política nos jornais baianos

A trajetória da imprensa na Bahia foi marcada por sua ligação com a política durante muitos anos, desde os tempos de serviço à Coroa Portuguesa com o surgimento da primeira gazeta, Idade d’Ouro do Brazil, até os tempos carlistas de controle e censura do Correio da Bahia, que circulou com este nome até 2008, quando ocorreu uma reforma editorial no veículo. Em artigo publicado pela Associação Baiana de Imprensa, em 1980, o ex-governador e jornalista, Luiz Viana Filho, dizia que os jornais do século XIX eram um segundo degrau para a vida pública.

Quando o A Tarde surgiu em 1912, fundado pelo advogado e político Ernesto Simões Filho, a partir de capital individual, essa ligação direta entre jornalismo e política começou a se romper. É a partir do surgimento do A Tarde que o jornal na Bahia passa a se instituir como empresa e vender informação. Na atualidade, é o jornal mais antigo em circulação no estado.

Livro conta a história da Tribuna da Bahia/ Foto: Gisele Santana

Em 1958, nasce um dos capítulos mais controversos da história da imprensa baiana, quando João Falcão, após afastar-se do Partido Comunista, funda o Jornal da Bahia, também conhecido como JBa. O propósito de seu trabalho era criar um jornal livre de influências partidárias que dominavam a imprensa na época. Entre o fim de 1968 e março de 1975, o JBa passa a ser perseguido pelo então prefeito e governador da Bahia, Antonio Carlos Magalhães (ACM). Em 1990, a direção do jornal passa para as mãos do ex-prefeito de Salvador, Mário Kertész, em aliança com ACM, até então seu desafeto. A partir daí, o JBa fica conhecido por seu conteúdo sensacionalista, com foco em notícias que envolviam violência e sexualidade, até 1994, quando para de circular.

Em plena época da ditadura militar, no ano de 1969, surge a Tribuna da Bahia, criado pelo empresário Elmano Silveira Castro e pelo jornalista José Quintino de Carvalho. A Tribuna revolucionou a imprensa baiana por inovar em recursos gráficos e na linguagem, com textos leves e diretos. Nove anos depois, nasce o Correio da Bahia , jornal que faz parte do grupo Rede Bahia, pertencente à família de Antonio Carlos Magalhães. O jornal foi criticado durante muito tempo pela abrangência de conteúdo político focado na defesa partidária e no carlismo. O último jornal implementado na década de 90, foi o Bahia Hoje, que por falta de recursos durou apenas quatro anos (1993-1997).

Século XXI: Bahia carece de novos impressos

Jornal Metrópole/Foto: Divulgação

Após a criação do Bahia Hoje demorou quinze anos até que ocorresse alguma novidade no cenário do jornalismo impresso baiano. A primeira década do século XXI é marcada, em 2008, pela reformulação gráfica e editorial do Correio da Bahia, que passa a se chamar apenas Correio*; e a criação do Jornal da Metrópole, semanário gratuito, criado por Mário Kertész, que circula às sextas-feiras nos principais pontos comerciais de Salvador. Para concorrer com a nova linha editorial popular do Correio*, o Grupo A Tarde de Comunicação, lança em outubro de 2010 o Massa! , jornal voltado para as classes C e D.

Hoje, os principais jornais em circulação no estado são o Correio*, A Tarde e Tribuna da Bahia, respectivamente. A disputa pela liderança está entre os dois primeiros. A Tribuna não entra na briga porque tem uma tiragem menor, de 29.500 exemplares, contra 47.500 do A Tarde e 56.500 do Correio*. Depois de décadas de liderança do  A Tarde, o Correio conseguiu ultrapassá-lo após sua reformulação. Segundo o Instituto Verificador de Circulação (IVC), o Correio* teve um crescimento de 117,43% na sua tiragem ao longo do último ano, contra 15,52% do A Tarde.

A escassez de jornais impressos na Bahia preocupa profissionais e especialistas em história da imprensa baiana. Entre eles, está o pesquisador Luís Guilherme Pontes Tavares. Ele explica que até a década de 50 o estado recebia um jornal novo a cada dez anos, enquanto hoje quase não se tem renovação nos impressos. O vice-presidente da Associação Baiana de Imprensa (ABI), Ernesto Marques, lamenta a situação: “Hoje temos menos de 20 jornais diários na Bahia, o que é um absurdo! Nesse ponto nossa imprensa é medíocre”.

O pesquisador Luís Guilherme Pontes Tavares vai além: “Sob as perspectivas de ampliação do mercado de trabalho, ampliação no espaço de opinião e de novos olhares sobre a realidade da Bahia, nós estamos precisando de um novo jornal. Que venha um novo jornal!”.

Continue lendo:

Marcos e modos de produção dos jornais na Bahia

Jornais e jornalistas baianos em tempos de convergência midiática

Publicações investigam a história do jornalismo baiano

Seminário comemora bicentenário da imprensa baiana

Especial

Guerra da Água

No cerrado baiano, o agronegócio impacta a sobrevivência das comunidades tradicionais. A reportagem em áudio conta como a população de Correntina, no oeste da Bahia, tem sofrido ameaças e resistido à disputa por água em seu te Dê play e saiba mais sobre essa história. Material produzido a partir da proposta de pauta vencedora da […]

Leonardo Lima e Luísa Carvalho - 13 de dezembro de 2021

Editorial

Investigação participativa: reportagens que colocam o leitor no centro da história

Profa. Lívia Vieira As 13 reportagens multimídia feitas pela turma de Oficina de Jornalismo Digital em 2021.2 tiveram como base o conceito de investigação participativa. O termo, que em inglês é conhecido como engagement reporting, foi discutido em uma aula especial que tivemos com Giulia Afiune, editora de Audiências da Agência Pública. Na ocasião, Giulia […]

Profa. Lívia Vieira - 2 de dezembro de 2021


Racismo religioso

Salvador ainda é um ambiente inseguro para os praticantes de religiões afro

Dentro de casa ou no trabalho, praticantes de religiões de matrizes africanas relatam dificuldades na tentativa de exercer seu direito ao culto religioso. Expressões depreciativas, ataques a terreiros, xingamentos e até agressões. É assim que o racismo religioso se traveste de “opinião” em diversas partes do Brasil – incluindo Salvador, – uma das cidades mais […]

Josivan Vieira e Gabriele Santana - 1 de dezembro de 2021

Meio Ambiente

Salvador, primeira cidade planejada do Brasil, sofre com falta de infraestrutura

Habitantes de Salvador relatam problemas dos bairros onde vivem e denunciam falta de assistência do poder público. Os moradores de Salvador têm orgulho de dizer que vivem na primeira capital do Brasil. De propagandas até conversas em mesa de bar, soteropolitanos e pessoas que adotaram a cidade do axé e do dendê se gabam de […]

Brenda Roberta, Inara Almeida e Maysa Polcri - 1 de dezembro de 2021

Direito ao transporte

Assaltos a ônibus assustam população de Salvador

Cidadãos que dependem do transporte público relatam a experiência de insegurança cotidiana, embora Secretaria de Segurança Pública afirme que houve redução no número de assaltos a ônibus. Por Gilberto Barbosa, Leonardo Oliveira e Cesar Oliveira Os assaltos a ônibus são uma constante e assustam a população de Salvador que depende do transporte público para seguir […]

Gilberto Barbosa, Leonardo Oliveira e Cesar O. - 1 de dezembro de 2021

Direito à Cultura

Consumo de livros digitais aumenta e obras físicas têm baixa durante pandemia de Covid-19

Especialistas explicam que pandemia impulsionou mudança em formato de leitura. Por Adele Robichez, Felipe Aguiar, Nathália Amorim, Vinícius Harfush Um levantamento realizado pela reportagem em Salvador indicou que as pessoas passaram a consumir mais livros no formato digital durante a pandemia de covid-19. Segundo a pesquisa, que selecionou 68 moradores da capital para responder perguntas […]

Adele R, Felipe A, Nathália A, Vinícius H - 1 de dezembro de 2021

Economia criativa

Os desafios de viver de arte durante a pandemia

Assim como nós humanos, a economia foi imensamente impactada pelo distanciamento social, mas, felizmente, uma possível vacina para curar o problema já existe, e se chama criatividade. Não é exagero afirmar que nenhum brasileiro e nenhuma brasileira escapou ileso dos diversos e inesperados desafios vividos nos anos de 2020 e 2021. E eles têm um […]

Paulo Marques - 1 de dezembro de 2021

Direito à religião

Comunidades de matriz africana lutam por prática religiosa em espaços públicos de Salvador

Intervenções em locais comunitários preocupam terreiros que dependem da vegetação natural para exercer cultos Por Geovana Oliveira, Luana Lisboa, Victor Hugo Meneses e João Marcelo Bispo Até hoje, a vodunsi Mãe Cacau se emociona ao falar sobre o início das obras para a Estação Elevatória de Esgoto na Lagoa do Abaeté. Quando as máquinas chegaram […]

Geovana, Luana, Victor Hugo e João Marcelo - 1 de dezembro de 2021

Ordem de despejo

O caso da comunidade do Tororó, em Salvador, e a violação do direito à moradia

Moradores recebem ordem de despejo da localidade que está sendo especulada para construção de um estacionamento de um novo Shopping Center “Como os moradores são quase todos do mercado informal, a prefeitura ligava para eles e oferecia dinheiro. Como estavam todos sem dinheiro, começaram a negociar com a prefeitura. Nisso, com quem já tinha negociado, […]

Álene Rios, Júlia Lobo e Thainara Oliveira - 1 de dezembro de 2021

Cinema de rua

Histórias de quem viveu o cinema de rua de Salvador

Entenda o que aconteceu entre a época de ouro do cinema de rua e a expansão das grandes redes Tomar um café enquanto espera o horário do filme, entrar numa sala de cinema pequena, com menos de 100 lugares, para assistir a uma produção nacional. Esse ritual, muito comum até a década de 1990, é […]

Carol Cerqueira, Catarina Carvalho e Maria Andrade - 1 de dezembro de 2021

Direito à mobilidade

Pessoas com deficiência denunciam falta de acesso ao transporte de Salvador

Falta de fiscalização afeta funcionamento de elevadores em coletivos. Gabrielle Medrado, Gustavo Arcoverde, Marcela Villar e Rafaela Dultra Cadeirante desde 2014 após uma tentativa de assalto, o baiano Luan Veloso, 32, é paracanoísta profissional e terceiro colocado no ranking dos melhores do Brasil na maratona de sua categoria, a KL1, na qual atletas utilizam como […]

Gabrielle Medrado,Gustavo Arcoverde,Marcela Villar - 1 de dezembro de 2021

RAP em Salvador

O ritmo não para: batalhas de rima movimentam a cultura nas comunidades

Batalhas de rap voltam a acontecer em Salvador após suspensão causada pela pandemia de Covid-19 Após quase um ano e meio da pandemia de Covid-19, o setor artístico e cultural soteropolitano começou a tomar fôlego com a última fase de retomada das atividades econômicas, decretada pela prefeitura da capital baiana no dia 9 de julho […]

Danielle Campos, Kamille Martinho, Renata Falcone - 1 de dezembro de 2021

Direito à Segurânça

Não vá que é barril: A violência contra motoristas de aplicativo em Salvador

“Foi quando ele pegou a arma e apontou na minha cara, aí foi complicado”. Estamos na rua Candinho Fernandes, Fazenda Grande do Retiro, Salvador. São 8h30 da noite do dia 23 de dezembro de 2019, perto da véspera de Natal. Anselmo Cerqueira, que é motorista por aplicativo, está com o carro estacionado. Dois homens se […]

Adriano Motta, Lula Bonfim e Victor Lucca Ferreira - 1 de dezembro de 2021

Gerar problemas não é saudável

Consumidores relatam transtornos e dificuldades com planos de saúde

Mensalidades  subiram  quase 50% este ano, conforme aponta um levantamento divulgado pelo Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec) Por Andressa Franco, Everton Ruan e Laisa Gama No dia 25 de Março, Maria*, grávida de cinco meses, precisou ser encaminhada às pressas para o Hospital Santo Amaro. Ao chegar lá, precisou realizar uma cesária de […]

Andressa Franco, Everton Ruan e Laisa Gama - 1 de dezembro de 2021